A acupuntura é uma ciência milenar chinesa que vem sendo aplicada na medicina ocidental. A acupuntura baseia-se na teoria do equilíbrio energético do nosso organismo, atuando e regulando os sistemas neurológicos, endocrinológicos e imunológicos, circulação e funcionamento intestinal.

A acupuntura promove a harmonia e bem estar do nosso corpo, através dela alguns sintomas pode ser minimizados e até mesmo em certos casos totalmente abolidos. Algumas doenças podem ser controladas. Não ataca os órgãos doentes nem a doença, mas sim fortalece o organismo, o sistema, as funções, os órgãos enfraquecidos, e todo e qualquer enfraquecimento de órgãos, sistema, e funções é o que geram todas as doenças.

Tem conquistado cada vez mais espaço na área de saúde, como forma de tratamento eficaz e sem contra indicações, beneficiando inúmeros indivíduos, na manutenção e preservação da sua saúde.

Atribui-se à China a criação da acupuntura. Outros países do oriente, também têm em seus recursos terapêuticos a acupuntura, como Japão, Coréia e Vietnã.

Os primeiros registros sobre a prática da acupuntura datam de mais de 6 mil anos na China, contudo, a primeira descrição histórica da acupuntura como terapêutica é feita por Ssu Ma Ch'ien no "Shih Chi", 90aC.

O paradigma da Medicina Chinesa interpretava o funcionamento do organismo humano por sua comparação com fenômenos naturais, como o fogo, vento, umidade, etc. Na visão daqueles médicos antigos, a intervenção com agulhas permitiria alterar o comportamento de elementos externos (já que as patologias também eram interpretadas como invasão do corpo por elementos como o frio, vento ou umidade) e dos fluidos e energia (Qi) do organismo.